Google Tag Manager

terça-feira, 2 de abril de 2013

O que e a morte ou desencarnacao

O que é a morte ou desencarnação?


Desencarnação
2P- Qual a prevenção para não se ter medo de morrer?
2R- Preparar-se para morrer.
Aproveitar o tempo para aprender.

5P- Como podemos responder às perguntas das crianças?
5R- De acordo com o grau de interesse delas.
Exemplo: “O sol nasce e morre todos os dias.”

6P- Para onde vamos depois do desencarne?
6R- Depende de nós. De nossos pensamentos, palavras e atos.
O importante é fazer a nossa auto-formação, trabalhar a nossa personalidade.
Nossa evolução continua depois do desencarne.

12P- Como podemos aproveitar a doença como purificação e elemento de aprendizado?
12R- Através do exercício da aceitação.

13P- Quando nos contaminamos por vírus?
13R- Quando temos vibrações baixas.
Vibrações baixas são as vibrações dos vírus.
Se temos vibrações altas, não temos chances de contágio.
Às vezes, a contaminação depende do carma.

16P- O que fazem os remédios?
16R- Os remédios não são ruins. Eles curam o problema físico.
Para evitar de se necessitar de remédios por longo tempo, deve-se proceder à auto-formação.

44P- O que é cascão?
44R- É o nosso psicossoma em dissolução.
Só não reencarnamos mais quando formos Mestre.
O cascão retém as energias do psicossoma até que se dissolvam.
Automatismo existe. Raciocínio não. O cascão só relata o que foi gravado.
É importante estudar para conhecer.

67P- Por que lugares passamos após desencarnar?
67R- Todos nós passamos por todos os lugares. O que é diferente em cada caso é o tempo que passamos em cada lugar.

69P- O que procuram fazer os desencarnados enequéticos (os que sentem falta de energia) para obter energia?
69R- Procuram se acoplar a um encarnado para retirar dele a energia que necessitam, levando ao vampirismo que leva à obsessão.
Se somos vigilantes, o desencarnado enequético não tem com vampirizar a nossa energia.

70P- Qual o maior risco no caso de obsessão por simbiose energética?
70R- No caso de simbiose energética, um sente a falta da energia do outro. Neste caso, a doutrinação não funciona.

71P- O que são desencarnados oligofrênicos?
71R- São os desencarnados que não conseguem exprimir emoções em psicossoma.
São os desencarnados que quando encarnados reprimiam demais as suas emoções.
A emoção reprimida, que não se manifesta, atrofia como conseqüência o corpo mental.

77P- Existe problema com a cremação?
77R- Não, após a morte cerebral.

78P- Existe problema com a doação de órgãos?
78R- Não, após a morte cerebral.

 Para saber mais, clique em Mais informações, abaixo.


18P- Qual o cuidado que devemos ter no momento da retrospectiva do momento da morte?
18R- Manter a calma e prestar atenção.
A atenção é necessária para a gravação da retrospectiva..
É preciso manter a calma, porque o desespero da família pode atrapalhar o processo de retrospectiva.
Havendo tranqüilidade, a retrospectiva é melhor.

21P- Por que a cremação é o melhor processo?
21R- A cinza se torna adubo.
A energia remanescente vai para o plano etérico.
A cremação evita o vampirismo e previne a proliferação de doenças pela decomposição do corpo físico

23P- O que os familiares devem fazer após o desencarne da pessoa querida?
23R-
1-       Aprender a trabalhar com o que recebemos como herança.
2-       Doar as roupas do falecido.
3-       Lembrar das coisas boas (Santo Agostinho dizia: “Saudade sim! Tristeza não!”).

24P- Por que não é conveniente ir ao cemitério?
24R- Porque a vampirização no cemitério ocorre também sobre os visitantes, que estão em baixa vibração.
A roupa escura atrai ainda mais as entidades.
A luz intensa afasta as entidades de baixo padrão vibratório.

25P- A doação de órgãos é indicada?
25R- Sim. Após o rompimento do cordão de prata (morte cerebral) pode-se tranqüilamente doar os órgãos. O transplante é sempre positivo.

27P- Como devemos cuidar da nossa casa?
27R- Deixar entrar sol e ar puro.

28P- Devemos ser gratos pelo que recebemos?
28R- Sim. A energia de agradecimento é muito grande e podemos ajudar muito a quem queremos agradecer.



40P- Como construímos a ligação do mental inferior com o mental superior?
40R- Através do trabalho de auto-formação, construímos a ligação do mental inferior com o mental superior. Esta ligação é chamada ANTAHKARANA ou cordão de ouro.

44P- Como podemos prevenir a involução?
44R- Nós somos imagem e semelhança de Deus. Devemos ter a humildade de ver e corrigir os nossos defeitos e coragem de trabalhar as qualidades.

45P- Por que existem pessoas que não recebem estas informações?
45R- As informações chegam à medida que estamos preparados.
É preciso percepção e sensibilidade para falar com outras pessoas. A oração é sempre positiva. Dosar as informações, cada uma a seu tempo.

46P- O que fazer num momento de crise?
46R- Busca da transformação para superar a crise.
Ter moral (senso de moral) elevada para trabalhar com as energias.
Pode-se fazer coisas melhores quando se tem mais estrutura.

52P- Quais são os esportes suicidas?
52R- Entre outros, paraquedismo, automobilismo, motorciclismo.

63P- Que cuidado devemos ter quando nos projetamos?
63R- Cuidado de onde vamos quando nos projetamos.

64P- Quais são, ao acordar, os prováveis sintomas de obsessão?
64R- Sensações pesadas, indisposição, dores de cabeça, de estômago, mau humor. Esta sensação, em geral, desvanece durante o dia. Quando não se desvanece, deve-se fazer a auto-formação com maior intensidade.


1P- Do que depende o nosso desencarne?
1R- O nosso desencarne depende dos caminhos que escolhemos em nosso dia a dia.
Nosso desencarne é programado pelos nossos carmas.
Existem energias de violência latentes em nós
Existe atração de densidades de energias.
O importante é a pessoa estar trabalhando para estar  se melhorando.

9P- Como podemos estar sempre preparados para um bom desencarne?
9R- Vigiar constantemente o nosso pensamento.
Ter a mente trabalhando em algo produtivo.
Os planos de evolução estão sobrepostos uns nos outros e a vibração de um plano atinge o outro plano.

10P- Como deve ser a nossa relação sexual?
10R- A energia sexual, depois da mediunidade, é uma das energias muito poderosas. É a energia da reprodução. Através do contato energético, com amor, respeito e responsabilidade, ajudamos a evolução de outros seres.

13P- Por que ocorre o congresso subítilis (união sexual astral)?
13R- É a busca da energia afim.
Enquanto encarnados, temos outras atividades.
Buscamos as mesmas atividades no plano astral estejamos projetados ou desencarnados.
Se na vida social existe o empecilho, na vida astral existe o desejo.

16P- Que cuidados devemos ter em relação aos pensamentos sobre o sexo?
16R- Evitar a promiscuidade.
Não há repressões sociais no plano astral. Lá, agimos como sempre queremos..
Quando pensamos em filmes picantes, ficamos excitados e movimentamos energias. Os desencarnados buscam estas energias.
Quando disciplinamos nosso pensamento, conseguimos usar a energia de criação de outras formas.

19P- Como podemos desenvolver a nossa percepção no plano astral?
19R- Desenvolvendo a  nossa percepção como encarnados. Todos temos determinada quantidade de energia a ser trabalhada. Exemplo: Afetividade, raciocínio, etc.
Aprendemos com a energia do outro. Podemos, no plano astral, assumir outras formas.
Podemos ajudar a melhorar a nossa percepção no plano astral, tendo vida sexual normal e bons pensamentos. Nossa evolução nos leva a precisar da energia sexual.

20P- Como evitar a promiscuidade extrafísica?
20R- Quem não tem promiscuidade física, não tem promiscuidade extrafísica, devido à incompatibilidade energética.

24P- Como pode ser desenvolvida a convivência sadia entre o casal?
24R- Com o carinho e o respeito. Com a sensibilidade de perceber o outro.

25P- Que cuidados devemos ter em relação à gravides?
25R- É importante evitar a gravides que não está em nosso programa existencial.

26P- O que significa responsabilidade em relação ao sexo?
26R- Responsabilidade significa diálogo, união, parceiro único, respeito aos pensamentos, ser amigo, ser companheiro.
No futuro, teremos relação apenas com o nosso pensamento.
Responsabilidade em relação ao sexo é obedecer às regras físicas e extrafísicas.

27P- O que fazer com um casamento desfeito?
27R- Nosso programa existencial é de acordo com o nosso carma.
É preferível desmanchar um casamento mal feito, do que incorrer em desvios. É melhor cortar o carma agora, do que fazer mais carma.
A evolução é de acordo com o grau de cada um. Nós evoluímos sempre. O que muda é a velocidade da evolução.

28P- Qual a indicação para a juventude?
28R- Ginástica, natação, esportes saudáveis.

29P- Qual a indicação para a infância?
29R- Brincar, pular corda, pular amarelinha, jogar futebol, correr, etc.

30P- Qual deve ser a nossa ação se surpreendermos crianças fazendo o que não deve?
30R- Orientar e mostrar o que acontece. É nossa obrigação impedir ações erradas.

31P- Qual a ajuda prestada pelo trabalho de doutrinação?
31R- Alguns desencarnados são manipulados pelas trevas. O trabalho de doutrinação ajuda estas entidades que em geral, são utilizadas por não terem conhecimento. As trevas exigem cada vez mais. Toda energia que movimentamos nos leva à evolução ou à involução. O cuidado com o tipo de energia que movimentamos dever ser mantido sempre.

33P- O que podemos fazer para prevenir a obsessão?
33R- Movimentar as energias da compreensão.
Fazer CIRCUITO.
Fazer preces.
Lembrar que todos nós temos nossos altos e baixos. Devemos evitar de sermos envolvidos.
Aprender com os nossos erros nos ajuda a evoluir.
Energeticamente, trabalhar com equilíbrio.
Doar energias para ajudar.
Leitura edificante.
Se policiar no dia a dia.
O sofrimento de cada um depende também da evolução de cada um.
O que importa é a nossa disposição de ajudar.
Compreender que o outro pode não ter maturidade.
Saber que temos dificuldade para mudar e que nunca estamos sozinhos.
Temos as mãos para trabalhar.
Que evoluímos quando ajudamos os outros.
Que temos a oportunidade de levar conosco outras entidades para evoluir.


13P- Como pode ser feito o curso intermissívo no plano físico?
13R- É um curso feito entre encarnações.
Assim como no plano físico, onde existem os cursos desde o maternal até a pós-graduação, existem no plano astral os cursos intermissivos para vários graus de evolução.

16P- É possível ganhar toda uma encarnação em um ano?
16R- Sim. Depende de nós.

30P- Por que todos nós devemos ter religiosidade ao invés de ter religião?
30R- Não se deve pagar por evolução.
Dispor do bem para a evolução de todo mundo.
O importante é que o recurso seja usado na evolução de todo mundo e não apenas de um grupo.
Muitas vezes, o objetivo do homem ao criar mais religiões na Terra é de obter mais dinheiro. Em muitos casos, existe todo um envolvimento material e egoísta.

33P- Como é a tarefa de consolo?
33R- É atender a necessidade material (arrecadar recursos, suprir carências e necessidades materiais).

38P- Qual a técnica para cumprir o programa existencial desta encarnação?
38R- Usar o presente ano de vida como se fosse o nosso último. Alguns vão jogar fora a oportunidade. Outros vão aproveita-la para evoluir.

42P- O que é auto-consciência multidimensionalizada?
42R- É o conhecimento das outras dimensões.
Essa matéria nos prepara para que possamos perceber as energias que estão à nossa volta. Para perceber, por exemplo, as energias do ambiente.
É perceber as energias compatíveis com as nossas.

43P- O que é aprendizagem?
43R- É o aproveitamento da encarnação.
É refletir.
É ser honesto consigo mesmo.
É perguntar: “ O que eu vou fazer para mudar esta situação?”

44P- O que é a assistencialidade?
44R- É praticar na intermissão o uso da nossa energia. É ajudar quando encarnado no plano físico e no plano astral em projeção.




45P- O que é autoconsciência?
45R- É sentir-se completo.
É observar atitudes e comportamentos.
É aproveitar cada oportunidade que surgir na encarnação.
É observar e tirar proveito para a nossa evolução.
É aproveitar cada oportunidade para evoluir.

46P- O que é consciência extrafísica?
46R-É o tema de um curso que ajuda a desenvolver a lucidez no extrafísico.
É saber agir projetado ou desencarnado.
É conhecer a energia do outro.
É reconhecer alguém pela energia e não pela forma física.

48P- O que é cosmoética?
48R- É agir de acordo com o cosmos.
São os fundamentos das várias dimensões.
É a atitude única em qualquer lugar.
É a consciência de fazer parte do todo.

49P- O que é evolutividade?
49R- É ser treinado para as abordagens físicas e extrafísicas.
É a teoria e prática da nossa evolução.
É perceber mais os encontros.

50P- O que é genética?
50R- É o estudo da hereditariedade e das técnicas para estar vivendo com o nosso grupocarma sadiamente.
São técnicas de convivência sadia com o grupocarma.
É o equilíbrio das energias do grupo.
“Não adianta olhar o que depende do outro. É preciso fazer a minha parte.” Em geral, colocamos a culpa no outro.

51P- O que é holochacralidade?
51R- É ter autodomínio energético.
É ter o conhecimento dos veículos de manifestação da consciência e dos chacras e nadis que estão no duplo etérico, para saber como trabalhar com essa energia.

52P- O que é holomaturidade?
52R- É passar por todas as maturidades:
Religiosa
Moral
Social
Pessoal

53P- O que é inversão existencial?
53R- “O que eu preciso fazer para entrar na linha novamente para redirecionar minha encarnação”.

54P- O que é livre arbítrio?
54R- É como fazer uso de todo o nosso potencial de livre escolha.
O livre arbítrio depende do grau de evolução. Por exemplo: Não se pode exigir de um homem primitivo o conhecimento espiritual. Responsabilidade é o resultado do conhecimento pelo poder de decisão.

55P- O que é maxifraternidade?
55R- É estar colocando em prática tudo aquilo que aprendemos.
É distribuir Amor Puro.

74P- Como podemos ter uma noção se estamos cumprindo o programa existencial?
74R- A sensação de dever cumprido é um bom sinal.
A melancolia, quando encarnado, é sinal de que não se está cumprindo o programa.

75P-Quais podem ser as principais dificuldades para o cumprimento do programa existencial?
75R-
1-       De corpo físico: Esquecimento, saúde, hereditariedade, família.
2-       De psicossoma: Falta de domínio das emoções.
3-       De recursos: Envolvimento pelo materialismo (desculpas na luta pela vida).

79P- O que é eliminar o supérfulo?
79R- É eliminar tudo o que não é útil para a nossa evolução.

80P- Onde devemos ter disciplina?
80R- No estudo,
Na higiene,
No comportamento,
Nos exercícios.
Em tudo.

81P- O que é conhecer-se?
81R- É apoiar-se em nossas qualidades.

82P- O que são atitudes positivas?
82R- São as corretas relações humanas com parentes, amigos e familia.
São as atitudes positivas para uma convivência tranqüila e feliz.

83P- O que são afeições?
83R- É como estou me expressando.
É dedicar afeições alem do meu grupinho.

84P- O que é eliminar problemas?
84R- É não ver problemas em tudo. Buscar resolver as dificuldades.

85P- O que é o uso do tempo?
85R- É a identificação quanto aos projetos, às leituras e ao lazer.
É avaliar que uso fazemos do nosso tempo.

86P- O que é vontade?
86R- É o firme propósito de realizar alguma coisa. Não é apenas um desejo.

87P- O que é reciclagem para o próximo ano?
87R- É colocar metas e objetivos realistas. É colocar aquilo que realmente nós podemos fazer.
É estender isso, por toda nossa encarnação.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda