Google Tag Manager

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Como e o sexo entre duas mulheres

Como é o sexo entre duas mulheres?



Como é o sexo entre duas mulheres?
Vamos deixar
Jincey Lumpkin

responder:
Ela é
Founder and Chief Sexy Officer, Juicy Pink Box
Escreveu este artigo.
9 coisas que você sempre quis saber sobre sexo lésbico, mas que nunca teve coragem de perguntar

Publicado: 24/01/2014 21:22 BRST Atualizado: 20/08/2014 16:58 BRT

Fonte: http://www.brasilpost.com.br/jincey-lumpkin/story_b_4662175.html



Texto de Jincey Lumpkin.

“As pessoas muitas vezes se sentem à vontade em me fazer perguntas sobre sexo entre lésbicas.

Isso acontece em todo lugar.

Pode ser numa festa ou quando estou andando num táxi.

Como alguém que vê o sexo sob a ótica positiva e é empresária pornô, acho realmente importante ter discussões sobre sexo entre lésbicas.

Algumas lésbicas se irritam tremendamente com perguntas desse tipo, mas eu sinto que ter cabeça e ouvidos abertos ajuda as pessoas de fora da comunidade gay a nos entender melhor.

Portanto, prepare-se para aprender!

Prometo que será a coisa mais divertida que você vai aprender hoje.

1- O que vocês duas fazem, exatamente?



Foto: Thinkstock

Transamos de jeitos tão variados quanto os casais héteros.

Eu diria que o sexo que fazemos é melhor, porque não existe o problema sempre presente da ereção e de como ela será propiciada e cuidada.

E as mulheres são capazes de ter orgasmos múltiplos, portanto, quase não há tempo de recuperação entre um e outro, ou não há tempo nenhum.

Fazemos sexo oral, sexo anal, penetração e tudo que está no meio.



2- Uma de vocês é “o homem”?



Foto: giphy

Essa pergunta sempre me parece hilária, porque revela como os papéis de gênero estão profundamente entranhados.

Às vezes há mulheres mais masculinas ou pessoas LGBT que gostam de exercer o controle, mas nem sempre.

É uma questão de preferência pessoal, francamente.

E não quer dizer que uma de nós sempre seja quem está “em cima” e a outra quem fica “embaixo”.

Trocamos de papel com frequência, às vezes no meio da mesma sessão de sexo.



3- É mais fácil porque vocês duas são mulheres e sabem instintivamente o que a outra gosta?



Foto: Thinkstock

Quisera eu que fosse assim.

Não, não e não.

Como é o caso dos héteros, nós, mulheres lésbicas, levamos tempo para descobrir o que gostamos.

Eu não tinha a menor ideia do que estava fazendo durante pelo menos um ano depois de começar a dormir com mulheres.

Foi só quando conheci minha primeira namorada que comecei realmente a entender como pode ser profundamente maravilhoso transar com uma mulher.



4- Vocês sempre usam cintaralho?



Foto: giphy

Não.

É a mesma coisa: depende do casal.

Mas, para mim, o cintaralho é uma coisa tipo “para ocasiões especiais”.

Eu também curto muito receber sexo anal, por isso gosto de ser penetrada ali por um cintaralho, porque é prazeroso.

Algumas mulheres e pessoas LGBT gostam de incorporar o sexo com cintaralho com mais frequência.

Às vezes a gente brinca de assumir papéis e assume um personagem mais masculino, e outras pessoas geralmente se sentem mais à vontade com um papel masculino.



5- Se você gosta de mulheres, por que pode querer transar com uma garota que parece um rapaz?
Por que não sair com um homem, simplesmente?




Foto: Thinkstock

Porque os homens são homens.

Sendo lésbica, sinto atração pelas partes e a cabeça da mulher.

Os homens não têm seios (bem, na realidade eles têm, mas não são desenvolvidos).

Tenho muita dificuldade em me ligar a homens ao nível emocional.

Posso ter amigos homens, mas me apaixonar por um homem seria difícil, porque não me relaciono com eles da mesma maneira.

Não acontece aquele “clique” entre nós.

Outra coisa é que, mesmo no caso de homens ou pessoas LGBT de aparência mais masculina, ainda há uma sensação de diferença em relação ao normal, e isso parece certo para muitas de nós.

Para saber mais, clique sobre Mais informações, abaixo.
Importante, a segunda parte deste post contem conteúdo adulto.




6- Se sinto vontade de beijar uma mulher, quer dizer que sou lésbica?





Foto: giphy

Não necessariamente.

Nossa sociedade dá muita importância demais aos rótulos.

Talvez você seja gay, talvez não.

Espero que cheguemos a um ponto na história em que isso não tenha mais importância.

Cerca de 80% das mulheres héteros têm fantasias lésbicas; logo, você está em boa companhia.



7- Eu vi aquele filme “Azul é a cor mais quente”.

É desse jeito mesmo que vocês, meninas, transam?


Ando ouvindo essa pergunta com frequência.



A resposta é sim e não. 




Muitas lésbicas estão irritadas com o retrato feito do sexo lésbico.

Algumas dizem que o sexo mostrado no filme é “pornô” demais e é um exemplo das “fantasias masculinas sobre sexo entre lésbicas”.

Eu achei o filme um tesão.

Para mim, foi uma representação fiel à realidade.

Gosto de sexo um pouco brutal.

Gosto de anal.

Sou capaz de continuar transando por um tempão.

Não entendi aquelas reações todas de pessoas dizendo que seria fingimento.

Pelo visto, muitas mulheres estão transando de jeito diferente do meu.



8- Você está me cantando?





Foto: giphy

Talvez. Você é gostosa? Se sim, vai ver eu estou.

9- Se eu tivesse uma “amiga” que quisesse transar com uma garota...
ahn... como eu a aconselharia a fazer isso acontecer?






Foto: giphy

Escrevi duas colunas diferentes sobre como e onde conhecer mulheres.

A primeira é sobre encontros online e sobre procurar o amor ou encontros de uma noite só.

A segunda coluna é sobre como conhecer mulheres no mundo real.

O principal conselho que dou a mulheres que queiram “dar um mergulho rápido no lago feminino”, como Andy Cohen adora dizer, é: “Seja sincera”.

Ninguém quer fazer parte de um experimento científico, mas muitas lésbicas e pessoas LGBT não se importam com a identidade sexual da mulher.

Divirta-se, garota!”

Seguir Jincey Lumpkin no Twitter: www.twitter.com/juicyjincey



Carlen Costa Sexóloga e Terapeuta de Casais

20 regras para amizades coloridas, sejam de que tipo forem.

Publicado: 04/08/2014 13:47 BRT Atualizado: 04/08/2014 17:59 BRT

Fonte: http://www.brasilpost.com.br/carlen-costa/amizade-colorida_b_5648097.html

Por que não podemos ser amigos? Porque transamos. É por isso.

Recentemente fiz uma busca por #fuckbuddies (amigos de trepada) e fiquei agradavelmente surpresa ao descobrir que essa hastag é relativamente popular, em sua maioria ligada a memes, selfies ou humanos seminus e muitas fotos de grupos (surpreendente?).

Seja porque aquele amigo do sexo oposto é seu "bestie", seu parceiro de estudos ou aquele cara legal que você mantém meio em segredo e que você só chama pelo apelido quando conversa com seus amigos, a amizade colorida (AC) é um tipo de relacionamento que muitos de nós conhecemos bem.

Entramos numa relação dessas por vários motivos.

Às vezes parece que os corpos se atraem como ímãs, às vezes é um colega de laboratório que você encontra uma vez por semana (aquele dia em que limpar as provetas deu tesão), às vezes é aquele cara do andar de baixo com quem você bateu papo no café e, às vezes, é simplesmente porque você está entediada e eles oferecem trazer mais vinho.

Mas tenha cuidado.

Às vezes a AC por ser confundida com um "situacionamento".

Um situacionamento é altamente baseado em compatibilidade sexual e conveniência de longo prazo.

São os relacionamentos sexuais que andam na linha tênue entre a AC e o relacionamento tradicional; aquele terreno nebuloso em que não há uma definição de "o que é isso" nem clareza de quais serão os próximos passos.

É como colocar "é complicado" no seu status de relacionamento do Facebook.

Situacionamentos insalubres são a perdição da minha existência. Por quê? Porque eles são complicados e alguém sempre fica magoado.

Por causa da frequência de relacionamentos a que fui exposta ao longo dos anos, decidi compartilhar conselhos e definir as regras das amizades coloridas.

Para ser sincera, se executadas direito, elas fazem com que as AC durem mais que relacionamentos de verdade!

Essas regras são basicamente um guia para demonstrar como criar fronteiras saudáveis entre você e seu amante.

As regras existem para te ajudar a ficar em bons termos com seu amigo de fornicação pelo tempo desejado e evitar ter o coração partido.

Você pode concordar com a maioria delas e discordar de algumas, mas se você já teve uma amizade colorida vai saber exatamente do que estou falando.

Ei! Não criei as regras, mas quero compartilhá-las com você; então prepare-se, leia e coloque as suas regras de amizade colorida nos comentários abaixo.

1. Elas têm tempo limitado.

A vida útil de seu caso é limitada, e você tem de aceitar isso antes de aceitar o acordo.

2. Há regras sobre a frequência dos encontros.

Basicamente, de uma vez por semana a uma vez por mês é aceitável, a menos que seja um feriado ou um fim-de-semana prolongado.

A chave é manter tudo leve e casual - sem encontros em dias seguidos (maratonas sexuais para quebrar algum recorde não contam, mas coloque o Powerade na geladeira).

3. Lembrancinhas ou pagar a conta são OK, mas não espere presentes de aniversário ou de Natal.

Presentes são para relacionamentos com sentimentos.

4. Faça sexo seguro; melhor prevenir do que remediar.

5. A amizade colorida não pode trabalhar no mesmo lugar que você. Onde se ganha o pão não se come a carne. Reuniões viram um constrangimento.

6. Mensagens de texto sexuais só podem ser mandadas à noite. Sem troca de mensagens durante o dia. Você tem amigos; converse com eles sobre Guerra dos Tronos.

7. A propósito, quando você procurar sua AC, pode ligar uma vez, mas não espere uma resposta imediata. Por mais que eu e você esperemos que todo mundo esteja sempre pronto para transar com a gente, as outras pessoas têm suas vidas. Você não pode ficar bravo se não rolar um encontro.

8. Simplicidade. Explore suas fantasias, seja real e não fique preocupado com seu corpo. Nada menos sexy que um amigo que se preocupa demais com a aparência ou com a situação, a menos que haja lingerie, fetiche ou brinquedos envolvidos.

9. Não se apaixone. Nunca. É sério.

10. Dormir junto é apreciado, mas não esperado. Alguns arranjos funcionam melhor se os amigos não dormirem juntos, enquanto outros fazem disso uma exigência, especialmente se você mora em outra cidade ou se ambos desmaiarem depois de tanta Grey Goose. Se sua casa estiver num raio de uma corrida de táxi de 50 reais, caia fora e durma na sua própria cama.

11. A regra das 72 horas. Nenhum planejamento pode acontecer mais de 72 horas antes de tal encontro. *Exceção: se vocês não moram na mesma cidade, o planejamento às vezes é inevitável (se isso fizer parte do acordo), mas também existem ocasiões em que você está na cidade e, por cortesia, avisa seu amigo -- sem compromisso.

12. Mensagens de texto sexuais são incentivadas. Bom, elas dão tesão; mas é preciso ter um acordo sobre fotos picantes. Ninguém gosta de ser pressionado a se mostrar digitalmente e ninguém gosta de ver um meme-surpresa do seu corpo no Google.

13. Os dois gozam. Os. Dois. Ninguém gosta de gente egoísta e, quando é uma coisa tão boa, melhor não correr o risco, certo?

14. Esteja aberta a tentar coisas novas na cama. Você já está correndo um risco, então por que não aproveitar a oportunidade? Quer mostrar aquela flexibilidade que você está desenvolvendo na ioga? ACs são as melhores cobaias, porque é tudo diversão, sem compromissos e sem regras de bom comportamento.

15. Sejam honestos. Seja na hora da aula de anatomia clitoriana ou na hora de acabar com o relacionamento, a honestidade é uma das regras mais importantes. Se sua relação está ficando nociva para um dos dois ou se você não está mais interessada, ter uma conversa adulta para acabar com a história é a melhor maneira de proceder.

16. Sem drama. Converse antes de começar qualquer coisa e estabeleça as regras do jogo. Você sabem do que se trata. Jogos só com cordas e chantilly, não com as emoções do outro. Se você se sente mal com alguma coisa, tenha a cortesia de deixar bem claro e o respeito de tentar encontrar uma solução a dois.

17. Divirta-se! Vamos lá, ligue seu alter ego se for preciso e dê o seu melhor. A amizade colorida é prazer e intimidade física. É a epítome da carnalidade, da luxúria e da indulgência. Pode significar alguma coisa ou pode não significar nada - só tente se manter alinhado e mantenha a cabeça fria.

A seguir algumas regras que hesitei em incluir na lista principal. São controversas e ficam na nebulosa fronteira da construção de relacionamentos saudáveis.

As discutíveis:

18. Nada de apresentações para amigos ou família. Essa é a maior distinção entre AC e situacionamentos. Se você convidar a AC para seu círculo íntimo, as coisas mudam.

19. Sem contato depois daquela transa homérica, a menos que para ser educado e dizer "obrigado pela noite incrível" ou "me diverti de verdade, vamos repetir". Seja educado, mas não fique repetindo cada lance - você não tem tempo para isso.

20. Um high-five é perfeitamente aceitável como comemoração, mas só em caso de sucesso mútuo. Café da manhã prolongado é um terreno escorregadio.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda