Google Tag Manager

quinta-feira, 21 de março de 2013

Oraculo Secreto de Papus parte 02 de 26 Satisfacao

O Oráculo Secreto de Papus, parte 02 de 36 - Satisfação














Como fazer da Tábua Astrológica de Papus um oráculo simples, divertido e funcional, que auxilie nas respostas buscadas pelas pessoas?

Em busca de uma solução para este desafio seguem estas 36 postagens, uma por dia, correspondente a cada uma das casas da Tabua Astrológica de Papus,  que esperamos sejam de grande utilidade para o estimado leitor.

É importante saber que existem casas e cartas.
As casas são fixas e nunca mudam de lugar.
As cartas são móveis de dependem de embaralhar e distribuir para caírem nas casas.
Da combinação de casas e cartas é que se faz a leitura. Assim é preciso conhecer ambas e qual o resultado da combinação.

É isto que buscamos nesta modesta compilação de informações.

Para jogar este oráculo é preciso marcar sobre uma mesa 36 lugares, uma para cada casa.

Embaralhar um baralho comum e distribui-lo sobre as 36 casas.

Aí começa a leitura.
Para simplificar, consideramos a sigla PaCOtEs - Paus, Copas, Ouros, Espadas

Paus são Bastões, abreviados pela letra B.
Copas são Taças, abreviadas pela letra T.
Ouros são Moedas, abreviadas pela letra M.
Espadas são Gládios (Gladiadores), abreviadas pelas letra G.

O símbolo de 02- Satisfação - É o sorriso.

Sobre esta casa podemos ter as seguintes cartas T,B,M ou G.
Significado:

T= Esperança - O consulente pode ter esperança no seu propósito.

B= Amigo - O objetivo será alcançado mas precisará de um amigo para a sua conclusão.

M= Inveja - Haverão dificuldades para a conclusão do objetivo, devido à inveja de outras pessoas, que deverá ser superada.

G= Falha - Existem falhas no processo a fim de atingir o objetivo proposto e que precisam ser corrigidas para que o mesmo possa ser atingido em bom termo.

Para saber mais, clique em Mais informações, abaixo.


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Riso


Riso
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



Uma criança rindo.
Dia Nacional do Riso: 6 de Novembro

Riso[1] ou sorriso[2] é uma expressão facial decorrente da flexão dos músculos das extremidades da boca.[3]

Está presente nos diversos aspectos do comportamento humano:
No campo psicológico-afetivo, pode ser provocado por um sentimento íntimo de alegria, de felicidade, de satisfação ou prazer. É uma reação involuntária;
No campo linguístico, pode ser provocado por uma piada ou outro recursohumorístico. É uma reação involuntária;
No campo sócio-cultural, pode ser uma ação voluntária do indivíduo, com o objetivo de expressar algum sentimento ou opinião dentro de um determinado grupo;
No campo fisiológico, é uma reação involuntária. Pode ser provocado por uma açãomecânica (cócegas, por exemplo), por processos biológicos (feridas em fase final de cicatrização, por exemplo), ou ainda pelo consumo de alguma droga.

Neste último caso, um método bastante conhecido é a inalação de óxido nitroso, que não exatamente provoca a sensação de riso no indivíduo, mas causa uma contração involuntária dos músculos faciais. Outro método é o consumo da Cannabis, que pode induzir episódios de riso intenso. Esta segunda forma de riso por vezes pode levar às lágrimas ou mesmo a uma dor muscular moderada.

O riso é uma parte do comportamento humano e é regulado pelo cérebro. Ele ajuda os seres humanos a indicar mais claramente suas intenções, durante interações sociais, e provê um contexto emocional para a comunicação. Pode ser utilizado por um grupo social para sinalizar aceitação e reações positivas com outros indivíduos.

O riso é por vezes "contagioso": a risada de uma pessoa pode provocar riso nos demais. Um exemplo extremo disto é o caso de riso epidêmico ocorrido em Tanganica.

O estudo do humor, do riso e de seus efeitos psicológicos e fisiológicos no corpo humano é denominado gelotologia.

O simples ato de sorrir mobiliza diversos músculos faciais, denominados músculos da mímica facial:

O Commons possui uma categoriacom multimídias sobre Riso

O Wikiquote possui citações de ou sobre: Riso
Depressor do Ângulo da Boca;
Orbicular dos Lábios;
Mentoniano;
Bucinador;
Risório;
Masseter (ou Masseterino).
Referências

"Riso" em Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Acesso em 13/01/2011.
"Sorriso" em Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Acesso em 13/01/2011.
FREITAS-MAGALHÃES, A., & CASTRO, E. (2009). The Neuropsychophysiological Construction of the Human Smile. In A. Freitas-Magalhães (Ed.), Emotional Expression: The Brain and The Face (págs. 1-18). Porto: University Fernando Pessoa Press. ISBN 978-989-643-034-4.






LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda