Google Tag Manager

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Papai Noel


Papai Noel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fonte: 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Papai_Noel


Representação moderna da figura de Pai Natal

Papai Noel (português brasileiro) ou Pai Natal (português europeu) ("Noël" é natal em francês) é uma figura lendária que, em muitas culturas ocidentais, traz presentes aos lares de crianças bem-comportadas na noite da Véspera de Natal, o dia 24 de dezembro, ou no Dia de São Nicolau (6 de dezembro). 


A lenda pode ter se baseado em parte em contos hagiográficos sobre a figura histórica de São Nicolau. 

Uma história quase idêntica é atribuída no folclore grego e bizantino a Basílio de Cesareia

O Dia de São Basílio, 1 ou 1.º de janeiro, é considerado a época de troca de presentes na Grécia.

O verdadeiro Papai Noel foi uma pessoa de carne e osso, mais precisamente São Nicolau Taumaturgo – um arcebispo turco.

 São Nicolau costumava ajudar pessoas pobres da cidade de Mira colocando moedas de ouro nas chaminés de suas casas durante a época de Natal. 

Mais tarde, diversos milagres foram atribuídos a São Nicolau fazendo-o por se tornar santo. 

Sua imagem como símbolo natalino teve origem na Alemanha, e de lá se espalhou para mundo inteiro.

Enquanto São Nicolau era originalmente retratado com trajes de bispo, atualmente Papai Noel é geralmente retratado como um homem rechonchudo, alegre e de barba branca trajando um casaco vermelho com gola e punho de manga brancos, calças vermelhas de bainha branca, e cinto e botas de couro preto. 

Essa imagem se tornou popular nos EUA e Canadá no século XIX devido à influência da Coca-Cola, que na época lançou um comercial do bom velhinho com as vestes vermelhas. 

Essa imagem tem se mantido e reforçado por meio da/dos mídia (português brasileiro) ou meios (português europeu) publicitária(os), como músicas, filmes e propagandas.

Conforme a lenda, Papai Noel mora no Extremo Norte, numa terra de neve eterna.

 Na versão americana, ele mora em sua casa no Polo Norte, enquanto na versão britânica frequentemente se diz que ele reside nas montanhas de Korvatunturi na Lapônia, Finlândia

Papai Noel vive com sua esposa Mamãe Noel, incontáveis elfos mágicos e oito ou nove renas voadoras.

 Outra lenda popular diz que ele faz uma lista de crianças ao redor do mundo, classificando-as de acordo com seu comportamento, e que entrega presentes, como brinquedos ou doces, a todos os garotos e garotas bem-comportados no mundo, e às vezes carvão às crianças mal-comportadas, na noite da véspera de Natal. 

Papai Noel consegue esse feito anual com o auxílio de elfos, que fazem os brinquedos na oficina, e das renas que puxam o trenó.

O personagem foi inspirado em São Nicolau Taumaturgo, arcebispo de Mira na Turquia, no século IV

Costumava ajudar, anonimamente, quem estivesse em dificuldades financeiras. 

Colocava o saco com moedas de ouro a ser ofertado na chaminé das casas. 

Foi declarado santo depois que muitos milagres lhe foram atribuídos. Sua transformação em símbolo natalino aconteceu na Alemanha e daí correu o mundo inteiro.

Há bastante tempo existe certa oposição a que se ensine crianças a acreditar em Papai Noel. Alguns cristãos dizem que a tradição de Papai Noel desvia das origens religiosas e do propósito verdadeiro do Natal. Outros críticos sentem que Papai Noel é uma mentira elaborada e que é eticamente incorreto que os pais ensinem os filhos a crer em sua existência. Ainda outros se opõem a Papai Noel como um símbolo da comercialização do Natal, ou como uma intrusão em suas próprias tradições nacionais.

Para saber mais, clique em mais informações, abaixo.




Um Papai Noel (Santa Claus) sem as roupas tradicionais no estado norte-americano do Alasca.

Uma das pessoas que ajudaram a dar força à lenda do Papai Noel foi Clemente Clark Moore, um professor de literatura grega de Nova Iorque, que lançou o poema Uma visita de São Nicolau, em 1822, escrito para seus seis filhos. 

Nesse poema, Moore divulgava a versão de que ele viajava num trenó puxado por renas

Ele também ajudou a popularizar outras características do bom velhinho, como o fato (português brasileiro) ou facto (português europeu) dele entrar pela chaminé.

O caso da chaminé, inclusive, é um dos mais curiosos na lenda de Papai Noel. 

Alguns estudiosos defendem que isso se deve ao fato de que várias pessoas tinham o costume de limpar as chaminés no Ano Novo para permitir que a boa sorte entrasse na casa durante o resto do ano.

No poema, várias tradições foram buscadas de diversas fontes e a verdadeira explicação da chaminé veio da Finlândia.

 Os antigos lapões viviam em pequenas tendas, semelhantes a iglus, que eram cobertas com pele de rena. 

A entrada para essa “casa” era um buraco no telhado.

A última e mais importante característica incluída na figura do Pai Natal é sua blusa vermelha e branca

Antigamente, ele usava trajes verde e costumava usar um gorro também verde na cabeça.

Seu atual visual foi obra do cartunista Thomas Nast1 , na revista Harper's Weeklys, em 1886, na edição especial de Natal. 

Em alguns lugares na Europa, contudo, algumas vezes ele também é representado com os paramentos eclesiásticos de bispo, tendo, em vez do gorro vermelho, uma mitra episcopal.

A típica barba branca do Papai Noel (Pai Natal).
O mito da Coca-Cola
É amplamente divulgado pela internet e por outros meios que a Coca-Cola seria a responsável por criar o atual visual do Papai Noel ou Pai Natal (roupas vermelhas com detalhes em branco e cinto preto)2 , mas é historicamente comprovado que o responsável por sua roupagem vermelha foi o cartunista alemão Thomas Nast3 , em 1886 na revista Harper’s Weeklys.

Papai Noel ou Pai Natal até então era representado com roupas de inverno, porém na cor verde (com detalhes prateados ou brancos), tipico de lenhadores. O que ocorre é que em 1931 a Coca-Cola realizou uma grande campanha publicitária vestindo Papai Noel ou Pai Natal ao mesmo modo de Nast com as cores vermelha e branca, o que foi bastante conveniente, já que estas são as cores de seu rótulo. Tal campanha, destinada a promover o consumo de Coca-Cola no inverno (período em que as vendas da bebida eram baixas na época), fez um enorme sucesso e a nova imagem de Papai Noel ou Pai Natal espalhou-se rapidamente pelo mundo. Portanto, a Coca-Cola contribuiu para difundir e padronizar a imagem atual, mas não é responsável por tê-la criado.

O Papai Noel ou Pai Natal da Lapônia

Nos países do Norte da Europa, diz a tradição que o Papai Noel não vive propriamente no Pólo Norte, mas sim na Lapônia, mais propriamente na cidade de Rovaniemi, onde de fato existe o "escritório do Papai Noel" bem como o parque conhecido como "Santa Park", que se tornou uma atração turística do local. 

Criou-se inclusive um endereço oficial como a residência do Papai Noel, a saber:

Santa Claus

FIN-96930 Arctic Circle Rovaniemi - Finlândia


Em função disso, a região de Penedo, distrito de Itatiaia, no Rio de Janeiro, que é uma colônia finlandesa, se auto-declarou como a "residência de verão" do Papai Noel. Há ainda, na cidade de Gramado-RS, a Aldeia do Papai Noel.


As renas do Papai Noel ou do Pai Natal

As renas do Papai Noel ou de o Pai Natal são as únicas renas do mundo que sabem voar, ajudando o Papai Noel ou o Pai Natal entregar os presentes para as crianças do mundo todo na noite de Natal. 

Quando o Papai Noel ou o Pai Natal pede para serem rápidas, elas podem ser as mais rápidas renas do mundo. 

Mas quando ele quer, elas tornam-se lentas. 

O mito das renas foi inventado na Europa, no século XIX.

A quantidade de renas que puxam o trenó é controversa, tudo por causa da rena conhecida como Rudolph.

 Existe uma lenda que diz que Rudolph teria entrado para equipe de renas titulares por ter um nariz vermelho e brilhante, que ajuda a guiar as outras renas durante as tempestades. 

E, a partir daquele ano, a quantidade de renas passou a ser nove, diferente dos trenós tradicionais, puxados por oito renas. 

Tal lenda foi criada em 1939 e retratada no filme Rudolph, a Rena do Nariz Vermelho (1960 e 1998).

O nome das renas, em inglês são: 

1-Rudolph, 
2-Dasher, 
3-Dancer, 
4-Prancer, 
5-Vixen, 
6-Comet,  
7-Cupid, 
8-Donner e 
9-Blitzen.

 E em português são: 1-Rodolfo, 2-Corredora, 3-Dançarina, 4-Empinadora, 5-Raposa, 6-Cometa, 7-Cupido, 8-Trovão e 9-Relâmpago.

A agência que controla o espaço aéreo americano (North American Aerospace Defense Command) também instalou um "Santa Tracker" ("Rastreador de Santa" Claus) em sete idiomas, onde se pode ver a localização atual e as próximas paradas de Papai Noel, acompanhado de suas legendárias renas4

O programa de rastreamento do Papai Noel pela agência é uma tradição que data de 1955, quando um anúncio no jornal Colorado veio com o número telefônico para conectar as crianças com o bom velhinho e algumas chamadas, por erro, caíram numa linha da NORAD5 .

O envio de correspondências ao Papai Noel ou Pai Natal

Uma criança com o Papai Noel em um Shopping.

Cartas para santos ou de cunho religioso são uma prática existente desde a antiguidade, mas apenas a partir do século passado surgiu no mundo o ato de enviar cartas ao Papai Noel como um cunho familiar, ou seja, os pais da criança leem as cartas dela, e com a condição de serem bem comportadas durante o ano, recebem o presente como sendo de autoria do Papei Noel; às vezes de forma tão ensaiada que chegam a acreditar fielmente em sua existência, identicamente ao coelho da páscoa.

Há, entretranto, versões oficiais ou semi-oficiais de papais noeis no mundo receptoras de correspondências, e correspondem de acordo com algum critério de seleção (presentes muito onerosos não são entregues por razões óbvias). 

É comum encontrá-los em shopping centers, praças centrais das cidades, hospitais e estabelecimentos públicos, etc. Na maioria destes lugares as cartas são entregues presencialmente ou depositadas no próprio ambiente.

No Brasil, os Correios oficialmente recebem cartas endereçadas ao Papai Noel desde 20016 , e o número de mensagens correspondidas equivaleu em 2008 em aproximadamente metade, selecionadas de acordo com o contexto ou com o valor financeiro do presente. 

As mensagens são enviadas aos funcionários do Correios, mas todos os brasileiros podem se voluntarear como um Papai Noel diretamente nas agências dos Correios do país6 .

Os correios dos países escandinavos também têm programas parecidos, mas preparados para correspondências de todo o planeta, uma vez que a Lapônia é terra dada como sendo oficialmente da origem do Papai Noel7 8

Na Finlândia inclusive, todas as cartas dirigidas a Papai Noel ou Santa Claus e com endereço Lapônia ou Pólo Norte são direcionadas para a agência em Rovaniemi (capital da província laponesa), e segundo a própria agência, o endereço correto é: 

Santa Claus, 
96930, Círculo Polar, 
Finlândia9

As cartas recebidas com remetente recebem uma resposta em oito idiomas diferentes9 .

Nome do Papai Noel ou Pai Natal em vários países

Alemanha: Nikolaus (ou Weihnachtsmann - literalmente, "homem do Natal")
Argentina, Colômbia, Espanha, Paraguai , Peru e Uruguai: Papá Noel
Brasil: Papai Noel
Chile: Viejito Pascuero
Croácia: Djed Mraz
Dinamarca: Julemanden
Eslovénia: Božiček
Estados Unidos e Canadá: Santa Claus
Finlândia: Joulupukki
França: Père Noël
Itália: Babbo Natale
Inglaterra: Father Christmas
Japão: サンタクロース (lê-se "Santa kurosu" vem do inglês Santa Claus.)
Macedônia: Dedo Mraz
Países Baixos: Kerstman (literalmente, "homem do Natal")
Portugal: Pai Natal
Reino Unido: Father Christmas
Rússia: Ded Moroz
Suécia: Jultomte
Ver também
Roupa de Papai Noel
A frase "Feliz Natal" em várias línguas

A "bota" do Papai Noel em Brasília.
Albanês - Gëzuar Krishtilindjen
Alemão - Fröhliche Weihnachten
Armênio - Shenoraavor Nor Dari yev Pari gaghand
Basco - Zorionak
Bósnio, Croata, Sérvio - Sretan Božić
Castelhano - Feliz Navidad ou Felices Pascuas
Catalão - Bon Nadal
Coreano - Chuk Sung Tan
Espanhol - Feliz Navidad
Esperanto - Gajan Kristnaskon
Esloveno - Vesel božič
Finlandês - Hyvää joulua
Francês - Joyeux Noël
Galego - Bo Nadal
Galês - Nadolig Llawen
Georgiano - Kristas Shobas
Grego - Καλά Χριστούγεννα
Holandês - Prettige Kerstfeest
Inglês - Merry Christmas ou Happy Christmas
Italiano - Buon Natale
Japonês - メリークリスマス Merīkurisumasu (adaptação de Merry Christmas)
Latim - Natale hilare
Macedônio - Sreken Božić
Mandarim - Shèngdàn jié kuàilè (no sistema de escrita simplificada 圣诞节快乐 e tradicional 聖誕節快樂)
Polonês - Wesołych Świąt
Português - Feliz Natal
Romeno - Crăciun Fericit!
Russo - S Rozdestvom
Sueco - God Jul
Ucraniano - Z Rizdvom Hrystovym
Referências

Revista Super Interessante online
O Papai Noel ou Pai Natal de hoje foi criado pela Coca-Cola
http://www.dm.com.br/materias/show/t/papai_noel_no__inveno_da_coca_cola
http://jipemania.com/coke/natal/sovb/index.html
O mapa pode ser seguido no site http://www.noradsanta.org
[1] AFP, acessado em 28 de dezembro de 2009
a b Papai Noel recebe mais cartinhas de crianças a cada ano, dizem Correios O Globo, acessado em 28 de dezembro de 2009
http://www.jornalfloripa.com.br/mundo/ver_info_jornalfloripa.asp?NewsID=1975
Lapônia: a terra do Papai Noel
a b Cartas para Papai Noel agitam o correio do Pólo Norte Olhar direto, acessado em 28 de dezembro de 2009


Ligações externas

O Commons possui uma categoria com multimídias sobre Papai Noel
Página oficial do Papai Noel Finlândia (em português)
Papai Noel (em português)
A origem do Papai Noel (em português)
Papai Noel - Cartões ilustrados do início do século passado (em português e em inglês)

veNatal
Principal Véspera de Natal · Dia de Natal · História · Símbolos e tradições
Cristianismo Nascimento de Jesus · Presépio · Jesus Cristo · Maria · José · Anjo Gabriel · Três Reis Magos · Estrela de Belém · Rei Herodes · Massacre dos Inocentes · São Nicolau · Belém · Epifania · Advento · Ciclo do Natal
Folclore Papai Noel · Mamãe Noel · Renas do Papai Noel · Rudolph, a rena · Bicho-papão · Polo Norte ·
Tradições Árvore de Natal · Pisca-pisca · Quebra-nozes · Cartão de Natal · Cantigas de Natal · Selos de Natal · Amigo secreto · Calendário do Advento · Mercado de natal · Plantas ·Comida · — Mundo: Alemanha · Japão
Mídia Filmes
TV: EspeciaisMúsica: Álbuns · Outras músicas e canções
Sociedade Trégua de Natal · Christmas in various language · Black Friday · Cyber Monday · Boxing Day · Natal branco
Literatura The Nutcracker and the Mouse King · A Visit from St. Nicholas · A Christmas Carol · The Chimes · The Cricket on the Hearth · The Life and Adventures of Santa Claus · How the Grinch Stole Christmas! · The Polar Express · Skipping Christmas
Filmes It's a Wonderful Life · Miracle on 34th Street · Rudolph the Red-Nosed Reindeer · A Charlie Brown Christmas · The Little Drummer Boy · Frosty the Snowman · A Christmas Story

A roupa de Papai Noel

Fato de Pai Natal
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Roupa de Papai Noel)
Fonte: 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Roupa_de_Papai_Noel

A roupa vermelha do Pai Natal, adornado com pele branca, gorro e botas pretas, normalmente tem presente um cinto largo de fivela.

Fato de Pai Natal (português europeu) ou roupa de Papai Noel (português brasileiro) é um traje usado por uma pessoa retratando o Pai Natal (português europeu) ou Papai Noel (português brasileiro). 

A versão americana moderna do fato, pode ser atribuída à obra de Thomas Nast para a revista Harper's Weekly, embora muitas vezes se pense incorretamente que Haddon Sundblom desenhou o traje no seu trabalho de publicidade para a Coca-Cola Company

O trabalho de Sundblom padronizou a imagem ocidental do Pai Natal e a imagem popularizada de roupa vermelha adornada com pele branca. 

Isto tornou-se na imagem do Pai Natal americano, enquanto que em alguns países europeus, onde São Nicolau continua popular, o fato usado está mais próximo de roupas religiosas, incluindo a mitra de um bispo.
História

Um Pai Natal de Thomas Nast de 1892, vestindo o fato de Pai Natal moderno.

A primeira aparição do Pai Natal moderno, completo com o que consideramos ser a roupa de Pai Natal atualmente, foi nos desenhos de Thomas Nast

Os desenhos originais de Nast eram de um Pai Natal de pequeno porte que podia deslizar chaminés, mas nos seus trabalhos posteriores fez o Pai Natal com um tamanho maior.1

Antes do trabalho de Nast, o fato de Pai Natal tinha como cor o castanho, tendo ele mudado para vermelho,2 embora ele também tenha desenhado o Pai Natal com trajes verdes.3 

Esta mudança é muitas vezes erroneamente atribuída ao trabalho de Haddon Sundblom, que desenhou as imagens do Pai Natal para publicidade da Coca-Cola Company desde1931

Embora o trabalho de Sundblom certamente tenha mudado a percepção do Pai Natal, a roupa vermelha foi mostrada na capa do Harper's Weekly, pelo menos, 40 anos antes do seu trabalho para a empresa de refrigerantes ser publicado.2 

A própria Coca-Cola atribuiu a cor vermelha do fato ao trabalho de Nast.4

Antes da publicidade da Coca-Cola, a imagem do Pai Natal estava num estado de fluxo. 

Foi retratado numa grande variedade de formas, incluindo as formas modernas e, em alguns casos, como um gnomo.

Foi o trabalho de Sundblom, que padronizou a forma do Pai Natal à obra de Nast.3

Design

Há diferenças regionais no tipo de roupa que o Pai Natal veste. Normalmente nos Estados Unidos, usa fato e calças vermelhos com detalhes brancos e um cinto largo de fivela, um chapéu combinando e botas pretas.3 

O tom de vermelho usado na roupa do Pai Natal da Coca-Cola é patenteada para anúncios da empresa.5 

Em alguns países europeus como a Áustria, onde São Nicolau continua popular, a roupa está mais próxima à do santo, sendo uma longa túnica e uma mitra episcopal.6

Referências

Walsh, Joseph J. Were They Wise Men Or Kings?: The Book of Christmas Questions (em Inglês). Louisville, Ky: Westminster John Knox Press, 2001. p. 8. ISBN 9780664223120
a b Long, Mark. Misplaced Loyalty (em Inglês). Bloomington, IN: Xlibris Corp, 2009. p. 183. ISBN 9781441589125
a b c Barker, Stan. "The Real Thing: The World's Most Famous Santa Claus", 29 November 1991. Página visitada em 5 November 2011. (em Inglês)
Coke Lore: Coca-Cola and Santa Claus (em inglês). The Coca-Cola Company. Página visitada em 5 November 2011.
Kaul, Vivek. "How Coca-Cola turned Santa Claus red", 5 July 2010. Página visitada em 5 November 2011. (em Inglês)
Santino, Jack. All around the year: holidays and celebrations in American life (em Inglês). Chicago, IL: University of Illinois Press, 1995. p. 195. ISBN 9780252065163

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda