Google Tag Manager

sábado, 5 de abril de 2014

Ler a mao de Isis parte 2 Quiromancia e uma Joia Rara

Ler a mão de Ísis, parte 2

"A quiromancia é uma das mais importantes matérias incluídas nas chamadas Ciências Herméticas.

A arte de ler os sinais impressos na mão fazia parte da Cabala Judaica.

Sua origem veio de bem mais longe; era um ramo da astrologia e integrava os Mistérios Maiores, conhecidos e praticados pelos sacerdotes dos tempos egípcios.

A época faraônica na realidade foi o um de uma época anterior muito mais gloriosa. 

Os místicos doutores egípcios eram herdeiros de guardiões dos segredos de uma avançadíssima civilização, cujo rastro a história perdeu. 

Podemos então supor que a astrologia e consequentemente a quiromancia antecederam os faraós e são ciências tão mais antigas do que o mais antigo mistério existente na face da Terra: a Esfinge.

Assim, vinda de um passado remoto e desconhecido, a quiromancia foi defendida por sábios como Platão, foi estudada por sábios como Aristóteles, a quem se atribui o tratado de Cyromancia  de Aristoteles, e foi utilizada por gigantes como Julio César.

A quiromancia foi separada da astrologia por volta do século 16  e passou a ser quiromancia física, ocupando-se quase que apenas dos sinais da mão e deixando de lado os tipos planetários e os assinalamentos astrais que lhe davam tanto valor.

A partir desta época, entrou em aparente declínio; seus segredos foram guardados por hermetistas e a sua estrutura geral perdeu toda a solidez. 

Depois de um longo período de obscuridade, onde a arte de ler as linhas das mãos foi quase que somente cultivada pelos ciganos - e de modo mais intuitivo do que científico - homens ilustres como Saint Germain, Raphel, Desbarroles e Papus devolveram-lhe o antigo prestígio.

Hoje ela desperta mais atenção do que nunca e demonstra uma acentuada tendência para retornar às velhas bases, isto é, para considerar os tipos planetários e operar em estreita ligação com a Astrologia, a ciência hermética fundamental.

Diz-se que é hermético tudo aquilo que é de compreensão difícil e está restrito a um pequeno círculo de iniciados. 

As ciências herméticas transcendem os limites do conhecimento comum. Estudam as influências cósmicas e também o relacionamento existente entre as invisíveis forças do Universo e todas as partículas de matéria densa. Partículas entre as quais estamos nós, os habitantes do Terceiro Planeta do Sistema Solar.
Elas estão interditadas aos não iniciados porque se assemelham a um punhal feito do mais puro diamante: arma mortal e joia preciosa, que poucos tem o direito de possuir e raros sabem como manejar.

Todavia, apesar de sua qualidade hermética, a quiromancia precisa ser amplamente divulgada; deve ser estudada e entendida por todos.

A quiromancia é o caminho mais fácil para o mais difícil dos objetivos, que foi tão bem condensado por Sócrates: "Conhece-te a ti mesmo."

Assim como ninguém alcança a sabedoria sem o autoconhecimento, o sucesso profissional, social, ou financeiro também só é possível para aqueles que conhecem o valor e a extensão de suas próprias qualidades. 

Outro detalhe importante para garantia a permanência do sucesso é a correção dos defeitos, pois muitos e muitos anos de esforços penosos poderão ser inutilizados num minuto apenas." 

 Da introdução do livro: Quiromancia - Ed. Pensamento (Org. Bel-Adar).



Veja a parte 1 em
 http://biometrio.blogspot.com.br/2014/03/ler-mao-de-isis.html

Pelo número de linhas mãos, trata-se de uma mão nervosa.
Em todas as figuras os dedos se apresentam sempre unidos. Isso denota desconfiança, insegurança e tensão nervosa.
Na figura o dedo mínimo se apresenta comprido denotando perspicácia, sagacidade, diplomacia, saber, eloquência.

Ísis tem o dom da fala.





O dedo médio de Ísis caracteriza uma pessoa bastante analítica.
Os dedos de Ísis são pontudos denotando sensibilidade, espiritualidade e impressionabilidade.
Ísis possui inclinações artísticas e místicas.
As articulações nodosas denotam lógica, método, comparação.
Ísis tem capacidade para analisar, organizar e dirigir; poder de criar e realizar.
A segunda falange do dedo médio é o sinal da aptidão, de reter as lições da experiência e de compreender o mecanismo dos acontecimentos e sua causa íntima: significa igualmente a concentração, precocidade relativa à ciência (principalmente às ciências ocultas) e também o orgulho.




Dedos arqueados para trás denotam 
Depressão profunda na Linha Cerebral indica dores nevrálgicas violentas.
A palma da mão de Ísis apresenta vários triângulos. 
O triângulo a que nos referimos é formado pela reunião da Linha da Vida com a Linha da Cabeça e a Linha da Intuição que se apresenta bem desenvolvida na mão de Ísis, o que é bem raro.
A parte da palma, contida dentro deste triângulo chama-se Planície de Marte. Triângulos indicam boa capacidade de cálculo.




















A mancha azulada sob os anéis do dedo anular denota problema de visão. Recomenda-se à Ísis procurar um oftalmologista. Pode ser indício também de dores de cabeça cuja causa deve ser investigada.

Forquilhas a partir da Linha da Vida indicam alguns recomeços na vida. Na Linha da Vida também há indícios de uma cirurgia em idade avançada.

O Monte da Lua destacado indica que Ísis gosta de viajar.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda