Google Tag Manager

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Função do muco nasal

Meleca de nariz

 

A meleca do nariz tem função bactericida

Muco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
O muco (coloquialmente chamado de meleca no Brasil) é uma substância viscosa de origem biológica. É produzido como método de proteção de superfícies no ser vivo, contra a desidratação (pulmão), ataque químico (mucosa do estômago), bacteriológico (mucosa respiratória) ou simplesmente como lubrificante (esófago, cólon). O muco é produzido por um tipo especializado de célula, a célula caliciforme, que segrega continuamente glóbulos de muco. É composto por uma mistura de glicoproteínas e de proteoglicanas sintetizadas no RE e no aparelho de Golgi.

Funções

O muco tem importantes funções de defesa imunológica. Além de aprisionar os microorganismos aéreos como por exemplo no epitélio respiratório, ele contém proteínas com actividade bactericida, como a lisozima e anticorpos tipo A (IgA).

Doenças envolvendo muco

O muco é produzido em excesso em muitas situações patológicas. Na constipação/resfriado comum, na gripe e em outras afecções respiratórias, as células ciliadas do epitélio respiratório, que continuamente empurram o muco para ser deglutido, são destruídas pelo vírus, libertando água e sais do interior das células. É assim produzido muco aquoso em grandes quantidades que é expelido pelo nariz. Espirrose a tosse com expectoração branca expelida com a tosse podem ter a mesma causa (ao contrário da amarela que pode indicar infecção bacteriana mais grave). Este sintoma continua inclusivamente após a resolução da infecção, até às células ciliadas do epitélio se regenerarem.

Fonte: Wikipédia

Fossa nasal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fossa nasal
Gray153.png
Anatomia da fossa nasal
Gray855.png
Corte lateral da fossa nasal

As fossas nasais, também conhecidas como cavidades nasais, são duas cavidades paralelas que vão das narinas até à faringe e estão separadas uma da outra por uma parede cartilaginosa, terminando na faringe. Em seu interior existem dobras chamadas conchas nasais, que forçam o ar a turbilhonar. No teto das fossas nasais existem células sensoriais, responsáveis pelo sentido do olfato.
Para saber mais. clique em Mais informações, abaixo.



Funções

As fossas nasais têm a função de filtrar, umedecer e aquecer o ar que éinspirado para os pulmões, tornado-o mais propício para o seu devido processamento. São revestidas internamente pela mucosa nasal, que possui um grande número de vasos sanguíneos. O calor do sangue nesses vasos aquece o ar e, assim, as demais vias respiratórias e os pulmões recebem ar aquecido e parcialmente filtrado.
A mucosa tem, também, pequenos pêlos e produz uma substância viscosa, levemente amarelada, denominada muco. Além de lubrificar a mucosa, junto com os pêlos, retêm micróbios e partículas de poeira da ar, funcionando como um filtro.
A mucosa nasal é o principal orgão afetado por consumidores de cocaína, onde em alguns casos, as misturas inseridas na droga como lidocaína, éter ebicarbonato de sódio, chegam a destruir também as paredes cartilaginosas que as dividem.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda