Google Tag Manager

domingo, 6 de janeiro de 2013

Significado das partes duras e moles da cabeca

Significado das partes duras e moles da cabeça







Para o observador atento e cuidadoso é possível reconhecer as qualidades, tendências e aptidões, isto é, a índole e o caráter dos homens e das mulheres pelo aspecto da fisionomia, isto é, plea forma da face, da testa, dos olhos, do nariz, da boca, etc.

Esta ciência antiga se chama fisiognomia.

É um axioma, isto é, um ensino fundamental, de todas as ciências ocultas que o nosso mundo material é apenas um reflexo, uma cópia visível do mundo invisível ou espiritual, e que por conseguinte, por este é incessantemente influenciado.

O aspecto de uma pessoa manifesta, para todos os que estão acostumados a observar, refletir e deduzir, até certo ponto, a sua alma, o seu interior.

O ser humano exterioriza os seus sentimentos e suas idéias por meio dos gestos, pelas entonações de sua voz, pelos movimentos de sua fisionomia.

Uma observação mais atenta conduz ao reconhecimento do fato que a forma do ser humano pode revelar a personalidade moral.

Os sábios da antiguidade recomendavam a seus discípulos: "Conhece-te a ti mesmo".

É muito importante conhecermos a nós mesmos, mas também é muito importante conhecermos os outros.

Deste modo, podemos escolher os melhores amigos e sócios, evitando muitas decepções que provêm da ignorância do caráter e das aptidões dos homens ou das mulheres com quem estamos em relação, seja de amizade ou de interesse.

A fisionomia fornece muitos meios de conhecer as capacidades, o temperamento e o caráter das pessoas que vemos.

Lavater, o maior mestre desta ciência, distingue dois campos de observação: as partes fisionômicas duras e as partes moles.

As partes duras, como a testa,  a metade superior do nariz, o queixo, etc., correspondem às faculdades.

As partes moles, como a carne, a pele, a membrana, etc., revelam com as suas formas, cores e rugas, marcas de expressão, etc., os hábitos da pessoa.

As partes duras são determinadas e dadas pela natureza;

as partes moles dependem grandemente das atividades humanas.

Alguns podem dizer, que sob fisionomias belíssimas, se escondem, muitas vezes, almas negras e vice-versa. Respondemos que é necessário saber observar bem; um hábil fisiognomista observa além dos traços do rosto. Ele observa a postura do corpo, as formas da cabeça e dos membros, os movimentos, a escrita, etc.

O pescoço, que serve de apoio à cabeça, simboliza aquilo que o interior que manifestar. Se é firme e bem desenvolvido, revela força. Se é encurvado, dedicação e sacrifício; sendo bem proporcionado, caráter equilibrado.

A testa, é a sede do pensamento, saber, dignidade, alegria, cuidados, ânsia, ignorância, cólera. Onde a testa se inclina, parece a inteligencia unir-se com a vontade: ali se concentra a alma, que junta forças par resistir.

As sobrancelhas manifestam as feições; quando quietas são sinal de paz; quando eriçadas, sinal de ira.

A parte da face que vai dos olhos à extremidade do nariz, é a expressão da vontade e da vida ativa.

As orelhas estão colocadas dos dois lados da cabeça e meio ocultas; por isso o homem deve guardar para si mesmo a maior parte do que ouve.

A boca, é a parte mais material da face. A boca pode enganar facilmente um observador superficial, mas uma ruga, uma linha nela, basta para que o olhar experto possa decidir sobre o caráter do seu possuidor.

Assim como a boca corresponde ao mundo físico ou material,
a parte que contem os olhos, os ouvidos e o nariz, corresponde ao mundo moral ou astral, e a testa ao mundo espiritual ou divino.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda