Google Tag Manager

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Postura de Yoga tipo 1 Eneagrama








Postura de Yoga tipo 1 Eneagrama.
Sempre é melhor aprender yoga sob a orientação de um mestre devidamente credenciado.
Aqui são apenas algumas dicas. Peça para um amigo observa-lo para ver se você está seguindo as figuras corretamente.
O Yoga é uma ciência.
Ele atua tanto sobre a musculatura quanto sobre os orgãos internos.
As pessoas sempre perguntam: "Por que é que o yoga nos obriga a fazer flexões em todas essa posições estranhas?
A resposta é que, além da flexibilidade promovida por todo este alongamento, os orgãos internos tambem se exercitam.
Primeiro eles se comprimem e depois, quando são liberados, recebem um fluxo de sangue recém-oxigenado.
Por mais que tente, jamais conseguirei enfatizar o bastante a importância da respiração correta durante a realização das posturas. Logo que você começa pode ser difícil mas não quero que você se preocupe com isso. Faça uma inspiração extra sempre que precisar.
Com o tempo, a respiração correta se torna automática.
É natural inspirar profundamente nos movimentos de abertura, quando os braços se elevam, por exemplo, e expirar nos movimentos que se fecham ou dobram.
Os maiores benefícios vem com a prática regular do yoga. Ela exige um certo grau de dedicação, mas lembre-se que quanto mais se dedicar, mais se beneficiará.
Encontre um lugar em que fique relaxado, à vontade, devidamente aquecido e longe de interferências. ...
Esta prática deve ser para você um deleite, um presente que você se dá pra desfrutar de boa saúde física e emocional.

Tipo 1 - Trikonasa - O triângulo
A postura do Triângulo é perfeita para as pessoas do tipo Um.
Ela promove além de um excelente alongamento dos meridianos da vesícula biliar e do fígado (que controlam a raiva), a flexibilidade da coluna - e a mente tende a acompanha-la.
Além disso, ela promove uma forte compressão no cólon, auxiliando a eliminação e ajudando-nos a nos livrar dos ressentimentos.
Portanto, trata-se de uma postura benéfica não apenas para o tipo Um, mas para qualquer pessoa que tenha dificuldade em lidar com a raiva e o ressentimento e queira flexibilizar a mente e o corpo.
Veja a seguir, as instruções.
Clique para saber mais abaixo em Mais Informaçõe e veja as próximas figuras e explicações.



Instruções e afirmação
Repita para si mesmo enquanto mantém a postura:
Libero a tensão no meu corpo e na minha mente. Estou aberto a todas as possibilidades.

1- Fique de pé com as pernas separadas o suficiente para alonga-las sem dor nem distensões.
Os pés devem ficar para a frente, e os calcanhares devem ficar alinhados.
O objetivo é formar um triângulo equilátero, o seja: o espaço entre as suas pernas deve, a longo prazo, ser igual ao comprimento de cada uma delas. - Veja a figura 1 no início deste post.

2- Inspire virando ambos os pés para a direita, mas deixe os quadris bem voltados para a frente (como a figura de um afresco egípcio). Expire.











































4- Expire dobrando o tronco para a direita a partir da cintura, alongando o braço direito até tocar a perna. O braço esquerdo vai para cima, alinhado com os ombros, e a palma da mão deve ficar virada para frente. Olhe para a mão esquerda se puder faze-lo sem sentir dor. Respire silenciosamente enquanto mantiver a postura.
5- Quando estiver pronto para retornar a posição inicial, inspire: expire quando começar a baixar os braços. Repita três vezes na mesma direção.
Solte as pernas; balance-as um pouco.
Repita três vezes com o lado esquerdo.
Benefícios:
- Promove um bom alongamento do tórax e da pernas, melhorando a flexibilidade e liberando bloqueios nos meridianos da vesícula biliar e do fígado.
- Esta é uma das poucas posturas que promovem a flexibilização lateral da coluna vertebral.
- A forte compressão do abdomen ajuda a eliminação e pode ajudar na prisão de ventre.
- Abre os quadris.
- Aumenta a resistência.
- Promove a flexibilização mental.
- Afina a cintura.

Precauções:
- Caso você tenha dor ciática (quando o nervo é lesionado pela coluna) você só deve alongar o lado afetado, pois contrai-lo vai piorar o problema.
- É muito importante manter os quadris totalmente virados para a frente; caso contrário, a postura se tornará uma flexão frontal, em vez de lateral, e você deixará de fazer o alongamento dos meridianos da vesícula biliar e do fígado e o alongamento lateral das vértebras da coluna.
- Você fica tentado a baixar demais o braço que desce - e isto empurra o quadril esquerdo para a frente e o transforma numa flexão frontal. Baixe o braço apenas o suficiente - enquanto não sentir dor - e  mantenha os quadris inteiramente voltados para a frente.
- É importante começar sempre pelo lado direito, comprimendo primeiro o lado direito do cólon para auxiliar a eliminação.

Para saber mais sobre os tipos do eneagrama, visite meu outro blog
http://konektigi.blogspot.com
Um abraço, estimado leitor e até o próximo post onde iremos abordar o Tipo 2!





LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda