Google Tag Manager

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Massagem nos pés – parte 1

Massagens nos pés para problemas específicos

Massoterapia podal, primeira parte.
Ao trabalhar apenas sobre reflexos específicos, comece massageando o reflexo o plexo solar por alguns minutos, para relaxar áreas doloridas ou mais sensíveis antes de estas serem tocadas e assegurar respostas fisiológicas naturais de todos os orgãos.

Uma sensação de formigamento ou ardência durante a massagem indica que a circulação foi estimulada.

 Reflexologia Mapa do Pé Direito

 Reflexologia Mapa do Pé Esquerdo
Artrite
Massagear os reflexos dos orgãos e áreas particularmente afetadas, assim como os reflexos dos canais bronquiais, pulmões, glândulas endócrinas e válvula ileocecal.
Asma
Trabalhar primeiro os reflexos do plexo solar, uma vez que a asma é muito frequentemente provocada por stress emocional. Massagear então os reflexos dos canais bronquiais, caso se apresentem espasmódicos, pulmões, glândulas endócrinas e tireóide. Examinar os reflexos dos testíclos, próstata, ovário e útero para verificar sensibilidades ou dores. Em caso positivo trabalhar estas áreas também.
Para saber mais veja em Mais Informações, abaixo.




Calor repentino
Trabalhar primeiro o reflexo da pituitária, que regula a função de todas as glândulas do corpo. Trabalhar então os reflexos da tireoide, ovário e pescoço.
Colesterol
Para nível alto de colesterol massagear os reflexos da tireóide.
Constipação
Massagear os reflexos do plexo solar, intestinos e área do reto.
Cordas vocais
Para fortalecer as cordas vocais, massagear o dedão e a porção mais próxima do segundo dedo. Trabalhar também os reflexos da garganta.
Costas
Para rigidez e dores, massagear os reflexos do cóccix e da espinha.
Crescimento
Se o crescimento da criança é anormalmente lento, pode-se ajudá-la dando-lhe massagens no reflexo da glândula pituitária, que segrega o hormônio do crescimento.
Diabete
Trabalhar, com muito cuidado, os reflexos do pâncreas, glândulas endócrinas, rins e figado.
Digestão
Trabalhar os reflexos do estômago, figado e cólon. Em adição, a pessoa deve pressionar firmemente as laterais da lingua com os dentes, primeiro numa espécie de movimento que amassa, depois alternando a pressão de cada lado da lingua, primeiro o esquerdo, depois o direito, etc. A pressão deve ser mantida por apenas um instante e não de maneira muito forte. Esse exercício estimula grandemente o fluxo da saliva, a qual colabora no processo digestivo. Isso funciona porque a digestão de todos os alimentos, exceto a carne, começa na boca. Se a pressão é aplicada na língua antes de colocar comida na boca, a digestão será também melhorada. A lingua possui também todas as zonas, assim outros orgãos se beneficiarão deste exercício também.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda