Google Tag Manager

domingo, 24 de março de 2013

O Oraculo Secreto de Papus, parte 05 de 36 - Azar

O Oráculo Secreto de Papus, parte 05 de 36 - Azar

Como fazer da Tábua Astrológica de Papus um oráculo simples, divertido e funcional, que auxilie nas respostas buscadas pelas pessoas?

Em busca de uma solução para este desafio seguem estas 36 postagens, uma por dia, correspondente a cada uma das casas da Tabua Astrológica de Papus, que esperamos sejam de grande utilidade para o estimado leitor.

É importante saber que existem casas e cartas.

As casas são fixas e nunca mudam de lugar.

As cartas são móveis de dependem de embaralhar e distribuir para caírem nas casas.

Da combinação de casas e cartas é que se faz a leitura. Assim é preciso conhecer ambas e qual o resultado da combinação.

É isto que buscamos nesta modesta compilação de informações.
Para jogar este oráculo é preciso marcar sobre uma mesa 36 lugares, uma para cada casa.
Embaralhar um baralho comum e distribui-lo sobre as 36 casas.

Aí começa a leitura.

Para simplificar, consideramos a sigla PaCOtEs - Paus, Copas, Ouros, Espadas

Paus são Bastões, abreviados pela letra B.

Copas são Taças, abreviadas pela letra T.

Ouros são Moedas, abreviadas pela letra M.

Espadas são Gládios (Gladiadores), abreviadas pelas letra G.

O símbolo de 05- Azar - É o gato preto debaixo da escada. 
Sobre esta casa podemos ter as seguintes cartas T,B,M ou G.

Significado:

T= Fortuna - O consulente pode contar com uma fortuna e uma inversão da má sorte no seu propósito.

B= Apoio - O objetivo será alcançado mas precisará de um amigo influente para a sua conclusão.

M= Amante- Haverão dificuldades para a conclusão do objetivo, devido à uma mulher cuja inveja e atuação deverá ser superada.

G= Perdas - Existem falhas no processo a fim de atingir o objetivo proposto e que precisam ser corrigidas para que o mesmo possa ser atingido sem perdas que parecem iminentes.
Para saber mais, clique em Mais informações, abaixo.
Originado do árabe azzahar, o termo azar é utilizado com várias significações.
Índice
1 Acaso
2 Urucubaca
3 Má sorte
4 Superstição

Acaso

É um sinônimo de acaso. Neste sentido o termo é usado, por exemplo, na expressão jogos de azar, ou seja, jogos não dependem apenas do raciocínio ou da habilidade dos jogadores, por conter alguma regra que implique acaso.

Urucubaca

Infelicidade constante, azar. Mal que atinge algum indivíduo por suposta força negativa de outrem. “Urucubaca, dizem os estudiosos, vem de urubu, aquela ave de mau agouro, que fica atrás das carniças, dos cadáveres”, diz o professor de português Sérgio Nogueira. O pai Renato de Obaluaê tem outra explicação: “A palavra "urucubaca" é de origem banto, que os negros usavam, pois eles, no tempo da escravidão, por causa da Igreja Católica, dos senhores, eles não poderiam falar feitiçaria, bruxaria, magia negra. Então, eles usavam na sua própria língua a palavra "urucubaca"”, diz.[1]

Má sorte

É entendido como o oposto da sorte ou associado à má sorte e, assim, o azar se aplica como crença de que situações, pessoas e objetos possam produzir resultados reiteradamente negativos, catastróficos ou desastrosos.
Situações são qualificadas como azaradas, azar ou "de azar" quando ocorrem de modo contrário à expectativa, ou quando provocam uma surpresa que resulta em um desastre, prejuízo, perda ou catástrofe.
Pessoas podem ser azaradas ou ter azar. Pessoas azaradas são as que com frequência se envolvem em situações azaradas. Quando o azar ocorre ocasionalmente, diz-se que a pessoa "teve azar".

Superstição

Para quem crê que o azar pode ser causado por um fator externo, objetos podem ser causa de azar. Desse modo, certos objetos ou situações a eles relativos podem trazer ou dar azar. Por exemplo, as crenças de que gato preto, ou o número 13 dão azar. Isso é chamado de superstição.
Em geral, a associação se dá por analogia com fato, lenda ou mito, que vincula o objeto ao azar. A analogia pode se estabelecer por tradição cultural ou individual, quando a pessoa, observando que há uma coincidência entre a presença de um objeto e fatos desagradáveis, começa a crer que o objeto lhe dê azar, embora não necessariamente dê azar aos outros.


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Marque uma consulta comigo

Agenda